Óleo de Semente de Cânhamo – Cuidado Natural com a Pele

O óleo de semente de cânhamo é uma fonte rica de ácidos graxos essenciais, incluindo ômega-3 e ômega-6, que podem beneficiar a saúde da pele. O óleo de semente de cânhamo pode ser utilizado como hidratante, adicionado a produtos de cuidados com a pele ou consumido como suplemento alimentar para melhorar a saúde da pele de dentro para fora.

O óleo de semente de cânhamo é extraído das sementes da planta Cannabis sativa. Enquanto a inflorescência de planta é rica em canabinoides biologicamente ativos, como o canabidiol (CBD), a semente de cânhamo é uma rica fonte de ácidos graxos essenciais, incluindo ácidos graxos ômega-3 e ômega-6. O método mais comum de extração para o óleo de semente de cânhamo é a prensagem a frio, que preserva os nutrientes naturais e os sabores da planta.

O óleo pode beneficiar a saúde da pele, sendo amplamente utilizado em cosméticos. Contém ácidos graxos essenciais, incluindo ômega 3, 6 e 9, que suportam as células da pele e fornecem nutrientes para estimular a renovação celular. Também contém vitaminas A e E, além de alguns fitonutrientes potentes, como cariofileno (sesquiterpeno) e mirceno (monoterpeno), que atuam como antioxidantes, protegendo contra estressores ambientais e de estilo de vida, além de possuírem propriedades antienvelhecimento. Sua natureza não comedogênica e adstringente regula o excesso de óleo, tornando-o útil para peles oleosas e propensas a acne.

Na dermatologia, as pesquisas apontam diversos benefícios no uso do óleo de cânhamo. O componente GLA (ácido gama-linolênico) no óleo de semente de cânhamo reduz a inflamação da pele, sendo benéfico para tratar condições cutâneas como eczema, psoríase e rosácea. 

Um estudo publicado na PLOS One indica que o óleo de semente de cânhamo pode ser utilizado para tratar a acne, devido às suas propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, anti-lipogênicas e de promoção de colágeno. Um outro estudo concluiu que o óleo de semente de cânhamo causou mudanças significativas nos perfis de ácidos graxos plasmáticos e melhorou os sintomas clínicos da dermatite atópica. Sugere-se que essas melhorias resultaram no suprimento equilibrado e abundante de ácidos graxos poli-insaturados no óleo.

Sementes de Cânhamo – Nutrição Versátil

As sementes de cânhamo emergem como uma fonte valiosa de alimento. Elas são ricas em proteína de alta qualidade (quase 30%), contendo todos os aminoácidos essenciais. Isso as torna uma fonte completa de proteína para vegetarianos e veganos. Elas apresentam um perfil lipídico impressionante, sendo ricas em ácidos graxos poli-insaturados como ômega-3 e ômega-6 numa proporção ideal (3:1). Essas gorduras são vitais para a saúde cerebral, cardíaca e para redução da inflamação. As sementes são uma boa fonte de fibra dietética, benéfica para a saúde digestiva e regulação da microbiota intestinal. Elas são ricas em diversos minerais essenciais, incluindo magnésio, fósforo, manganês, ferro e zinco. As sementes de cânhamo também oferecem uma boa dose de antioxidantes, como vitamina E e compostos fenólicos, protegendo as células contra danos oxidativos.

Potenciais Benefícios para a Saúde

Promove a saúde cardiovascular, reduzindo o colesterol e a pressão arterial.

Suas propriedades anti-inflamatórias podem beneficiar condições como doenças neurodegenerativas e doenças inflamatórias do intestino.

Potenciais benefícios para a saúde cerebral, saúde óssea e saúde da pele, embora mais pesquisas sejam necessárias para consolidar essas alegações.

Sustentabilidade e Versatilidade

As sementes de cânhamo são elogiadas como uma fonte alimentar sustentável devido às suas baixas necessidades de água e capacidade de prosperar em climas diversos.

Elas podem ser consumidas inteiras, moídas em farinha, usadas para fazer leite ou incorporadas em vários produtos alimentícios, destacando sua versatilidade na cozinha.

Em conclusão, o rico perfil nutricional das sementes de cânhamo e suas potenciais funcionalidades sugerem implicações promissoras para a saúde da pele e o bem-estar geral. Suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes apresentam potencial para aliviar condições dermatológicas, enquanto suas gorduras e minerais nutritivos contribuem para a saúde geral e vitalidade da pele. Além das aplicações tópicas, incorporar sementes de cânhamo em sua dieta pode potencialmente aprimorar sinergicamente a saúde da pele de dentro para fora, adicionando outra dimensão ao seu papel na promoção de uma tez saudável e radiante.

Referências

  • Callaway J, Schwab U, Harvima I, Halonen P, Mykkänen O, Hyvönen P, Järvinen T. Efficacy of dietary hempseed oil in patients with atopic dermatitis. J Dermatolog Treat. 2005 Apr;16(2):87-94. doi: 10.1080/09546630510035832. PMID: 16019622.
  • Farinon B, Molinari R, Costantini L, Merendino N. The seed of industrial hemp (Cannabis sativa L.): Nutritional Quality and Potential Functionality for Human Health and Nutrition. Nutrients. 2020 Jun 29;12(7):1935. doi: 10.3390/nu12071935. PMID: 32610691; PMCID: PMC7400098.
  • Jin S, Lee MY. The ameliorative effect of hemp seed hexane extracts on the Propionibacterium acnes-induced inflammation and lipogenesis in sebocytes. PLoS One. 2018 Aug 27;13(8):e0202933. doi: 10.1371/journal.pone.0202933. PMID: 30148860; PMCID: PMC6110517.

Escrito por: Leticia Dadalt, PhD: Bióloga, apaixonada pela ciência da vida, traz uma bagagem acadêmica robusta para a arena da educação canábica. Sua jornada é dedicada a compartilhar conhecimento, quebrar estigmas e abrir caminhos para que mais pessoas possam explorar os benefícios terapêuticos dessa planta incrível.

Com sede no Vale do Silício, somos líderes em biotecnologia para suplementação nutricional, com certificado de boas práticas em manipulação pela regulamentação dos Estados Unidos. 

Alopecia

A alopecia, ou queda de cabelo, é uma condição que afeta milhões de pessoas no mundo e impacta muito a autoestima. Estudos sugerem que o Sistema Endocanabinoide exerce um papel crucial no controle capilar, atuando através dos receptores CB1 e CB2 e também dos receptores TRPV e PPAR como moduladores do crescimento capilar, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas na alopecia.

Leia mais »

Câncer de Pele

O câncer de pele é uma condição preocupante e cada vez mais comum em todo o mundo. Caracterizado pelo crescimento anormal das células da pele, pode se manifestar de diversas formas, sendo os tipos mais comuns o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A exposição excessiva aos raios ultravioleta (UV) do sol é o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pele, destacando a importância da proteção solar e da realização de exames regulares da pele para detecção precoce. Embora geralmente tratável se diagnosticado cedo, o câncer de pele pode se tornar grave se não for tratado adequadamente, destacando a necessidade de conscientização e prevenção. Avanços recentes nas pesquisas apontam o sistema endocanabinoide como potencial alvo no combate ao mais agressivo dos cânceres de pele, o melanoma.

Leia mais »

Nutrição para a saúde da pele

A nutrição desempenha um papel crucial na manutenção da pele saudável. Uma dieta equilibrada fornece nutrientes essenciais necessários para prevenir ou gerenciar condições da pele. Dentre estes estão as vitaminas A, C, D e E, além de ácidos graxos ômega-3, zinco e selênio. Esses nutrientes são fundamentais para a manutenção da saúde da pele, apoiando a produção de colágeno, protegendo contra danos causados pelo sol e reduzindo a inflamação.

Leia mais »