Saúde do Homem: Normas Sociais, Autocuidado e Cannabis Medicinal

A saúde masculina é complexa, e as normas sociais afetam a disposição dos homens para buscar ajuda. A cannabis medicinal tem o potencial de auxiliar na saúde dos homens, abordando questões como ansiedade e problemas cardíacos.

A saúde masculina é um tema complexo, apresentando desafios e oportunidades únicas para o bem-estar. As estatísticas de saúde masculina mostram disparidades na expectativa de vida e na prevalência de várias doenças. Embora a masculinidade seja multifacetada e possa englobar elementos promotores de saúde, papéis de gênero tradicionais frequentemente desencorajam os homens a buscar ajuda para suas preocupações físicas e psicológicas, colocando em risco sua saúde.

Normas Sociais e Saúde Masculina

Os homens tendem a evitar buscar ajuda para seus problemas de saúde pelo maior tempo possível. Sua relutância em reconhecer queixas físicas ou psicológicas muitas vezes está ligada a normas sociais que desencorajam a vulnerabilidade. Consequentemente, as estatísticas de morbidade masculina revelam uma maior prevalência de doenças e condições graves, muitas das quais podem ser atribuídas ao comportamento tradicional relacionado aos papéis de gênero.

Os homens têm maior  tendência de internalizar o estresse, o que  os coloca em maior risco de doenças como patologias cardíacas, suicídio e doenças relacionadas ao tabagismo e ao abuso de álcool. Além disso, as taxas de sobrevivência ao câncer nos homens são menores do que nas mulheres, muitas vezes devido ao atraso na busca por atendimento médico, resultando em estágios avançados da doença.

Incorporando o Autocuidado

Os homens estão reconhecendo cada vez mais a importância das práticas de autocuidado. Isso inclui uma nutrição equilibrada, exercícios regulares e psicoterapia. Essas práticas capacitam os homens a assumir o controle de seu bem-estar físico e emocional, muitas vezes delegados às mulheres que lhes acompanham,  apesar da configuração social para permanecerem inertes.

Cannabis Medicinal na Saúde Masculina

A cannabis medicinal, com suas potenciais propriedades terapêuticas, tem chamado a atenção como uma possível abordagem para tratar alguns aspectos da saúde masculina. Compostos derivados da cannabis interagem com o sistema endocanabinoide do corpo, que desempenha um papel na regulação do humor, no processamento de recompensas e na resposta ao estresse. Existe, por exemplo, uma interatividade entre a sinalização endocanabinoide e o consumo de álcool.  O antagionismo dos receptores CB1 reduziu o consumo de álcool em estudos com animais, por exemplo. Logo, existe um crescente interesse no uso de canabinoides no tratamento do transtorno do uso de álcool.

Quando se trata de problemas cardíacos, estudos pré-clínicos sugerem que os constituintes da cannabis podem ter propriedades cardioprotetoras. Os potenciais benefícios terapêuticos incluem auxílio no tratamento de vários fatores de risco, como estresse crônico, obesidade e inflamação, bem como inúmeros eventos cardíacos crônicos e agudos. O CBD pode reduzir a inflamação e o estresse oxidativo sem os riscos da taquicardia ou ansiedade induzida pelo THC. 

No âmbito de lesões esportivas e desempenho, a cannabis medicinal também está ganhando reconhecimento, pois os compostos derivados da cannabis têm o potencial de aliviar a dor e a inflamação. Relatos indicam uso cada vez mais comum de produtos de CBD para gerenciar a dor e melhorar a recuperação, embora seja necessária mais pesquisa para compreender seu impacto total no desempenho esportivo.

Em relação à depressão com risco de suicídio, pesquisas sugerem que o uso de cannabis em populações lidando com estresse, depressão ou ansiedade pode oferecer proteção contra o suicídio. Em termos de segurança, estudos não mostraram associação entre o uso de cannabis e escolhas suicidas em indivíduos com condições psiquiátricas. A legalização da cannabis em determinadas regiões resultou em reduções estatisticamente significativas nas taxas de suicídio e suicídios por arma de fogo.

Em conclusão, a saúde masculina é um tópico multifacetado, e as normas sociais desempenham um papel significativo na formatação das atitudes dos homens em relação à busca de ajuda. O potencial da cannabis medicinal em abordar diversos aspectos da saúde masculina destaca a necessidade de mais pesquisas. Incentivar um diálogo aberto sobre a busca de assistência médica quando necessário e promover práticas de autocuidado são cruciais para melhorar o bem-estar dos homens e abordar as necessidades de saúde únicas desse grupo.

Referências

  • Bartos, B. J., Kubrin, C. E., Newark, C., & McCleary, R. (2020). Medical Marijuana Laws and Suicide. Archives of Suicide Research, 24(2), 204-217. doi:10.1080/13811118.2019.1612803.
  • Charytoniuk, T., Sztolsztener, K., Bielawiec, P., Chabowski, A., Konstantynowicz-Nowicka, K., & Harasim-Symbor, E. (2022). Cannabidiol Downregulates Myocardial de Novo Ceramide Synthesis Pathway in a Rat Model of High-Fat Diet-Induced Obesity. International Journal of Molecular Sciences, 23(4), 2232. doi:10.3390/ijms23042232. PMID: 35216351; PMCID: PMC8880314.
  • Dimmito, M. P., Stefanucci, A., Della Valle, A., Scioli, G., Cichelli, A., & Mollica, A. (2021). An overview on plants cannabinoids endorsed with cardiovascular effects. Biomedicine & Pharmacotherapy, 142, 111963. doi:10.1016/j.biopha.2021.111963. PMID: 34332376.
  • Gough, B. (2013). The psychology of men’s health: maximizing masculine capital. Health Psychology, 32(1), 1-4. doi:10.1037/a0030424. PMID: 23316848.
  • Maurer, G. E., Mathews, N. M., Schleich, K. T., Slayman, T. G., & Marcussen, B. L. (2020). Understanding Cannabis-Based Therapeutics in Sports Medicine. Sports Health, 12(6), 540-546. doi:10.1177/1941738120956604. PMID: 32936058; PMCID: PMC7785900.
  • Price, C., Hemmingsson, T., Lewis, G., Zammit, S., & Allebeck, P. (2009). Cannabis and suicide: longitudinal study. The British Journal of Psychiatry, 195(6), 492-7. doi:10.1192/bjp.bp.109.065227. PMID: 19949196.
  • Ranum, R. M., Whipple, M. O., Croghan, I., Bauer, B., Toussaint, L. L., & Vincent, A. (2023). Use of Cannabidiol in the Management of Insomnia: A Systematic Review. Cannabis and Cannabinoid Research, 8(2), 213-229. doi:10.1089/can.2022.0122. PMID: 36149724.
  • Rafuse, J. (1993). Men’s attitudes about seeking health care may put them at risk, conference told. Canadian Medical Association Journal, 149(3), 329-30. PMID: 8339180; PMCID: PMC1485516.

Escrito por: Leticia Dadalt, PhD: Bióloga, apaixonada pela ciência da vida, traz uma bagagem acadêmica robusta para a arena da educação canábica. Sua jornada é dedicada a compartilhar conhecimento, quebrar estigmas e abrir caminhos para que mais pessoas possam explorar os benefícios terapêuticos dessa planta incrível.

Com sede no Vale do Silício, somos líderes em biotecnologia para suplementação nutricional, com certificado de boas práticas em manipulação pela regulamentação dos Estados Unidos. 

Alopecia

A alopecia, ou queda de cabelo, é uma condição que afeta milhões de pessoas no mundo e impacta muito a autoestima. Estudos sugerem que o Sistema Endocanabinoide exerce um papel crucial no controle capilar, atuando através dos receptores CB1 e CB2 e também dos receptores TRPV e PPAR como moduladores do crescimento capilar, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas na alopecia.

Leia mais »

Câncer de Pele

O câncer de pele é uma condição preocupante e cada vez mais comum em todo o mundo. Caracterizado pelo crescimento anormal das células da pele, pode se manifestar de diversas formas, sendo os tipos mais comuns o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A exposição excessiva aos raios ultravioleta (UV) do sol é o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pele, destacando a importância da proteção solar e da realização de exames regulares da pele para detecção precoce. Embora geralmente tratável se diagnosticado cedo, o câncer de pele pode se tornar grave se não for tratado adequadamente, destacando a necessidade de conscientização e prevenção. Avanços recentes nas pesquisas apontam o sistema endocanabinoide como potencial alvo no combate ao mais agressivo dos cânceres de pele, o melanoma.

Leia mais »

Óleo de Semente de Cânhamo – Cuidado Natural com a Pele

O óleo de semente de cânhamo é uma fonte rica de ácidos graxos essenciais, incluindo ômega-3 e ômega-6, que podem beneficiar a saúde da pele. O óleo de semente de cânhamo pode ser utilizado como hidratante, adicionado a produtos de cuidados com a pele ou consumido como suplemento alimentar para melhorar a saúde da pele de dentro para fora.

Leia mais »