Perguntas Frequentes sobre Cannabis

Muitas pessoas tem muitas dúvidas sobre cannabis, por isso separamos essas perguntas mais comuns sobre o assunto.

É Legal Usar Cannabis Medicinal no Brasil?

O uso de cannabis medicinal é legal no Brasil, mas está sujeito a regulamentações específicas. Pacientes que desejam usar cannabis medicinal devem obter uma prescrição médica e autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Quais Condições Médicas Podem Ser Tratadas com Cannabis Medicinal?

A cannabis medicinal tem sido usada para tratar uma variedade de condições médicas, incluindo dor crônica, epilepsia, câncer, esclerose múltipla, entre outras. Um médico especializado pode avaliar se a cannabis é apropriada para uma condição específica.

Como Obter Acesso a Cannabis Medicinal?

Para obter acesso à cannabis medicinal, os pacientes devem consultar um médico. Após a prescrição, eles devem solicitar uma autorização à Anvisa e adquirir os produtos de empresas autorizadas, farmácias ou associações de pacientes.

Como Determinar a Dosagem Adequada? 

A dosagem adequada de cannabis medicinal varia de acordo com a condição tratada e a resposta individual do paciente. Um médico especializado e um terapeuta canábico podem ajudar a determinar a dosagem adequada.

A Cannabis Medicinal Pode Causar Dependência?

O risco de dependência é muito baixo, está associado apenas ao THC e é menor ainda quando usada sob orientação médica. 

Pode Interagir com Outros Medicamentos?

A cannabis medicinal pode interagir com outros medicamentos, e é importante informar seu médico sobre todos os medicamentos que você está tomando para evitar interações prejudiciais.

Há Opções Sem o “Efeito Psicotrópico”? Ou Vou Ficar “Chapado”? 

Alguns produtos de cannabis medicinal são formulados para minimizar o efeito psicoativo, como os que contêm principalmente CBD. 

Pode viajar com a medicação?

Pode sim! No território brasileiro é permitido desde que esteja levando a sua receita médica e sua autorização da ANVISA. Já em viagens internacionais é preciso verificar a legislação vigente do país de destino.

É possível ter overdose de cannabis?

Segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), não há evidências de overdose por uso de cannabis.

Quais São as Formas de Consumo Mais Seguras?

As formas de consumo mais seguras podem variar de pessoa para pessoa. Os métodos comuns incluem óleos, cápsulas, vaporização, cremes e sabonetes. A escolha depende das preferências e necessidades individuais.

A Cannabis Medicinal Pode Ser Usada por Crianças?

A cannabis medicinal pode ser usada por crianças em casos de condições médicas específicas, mas isso deve ser cuidadosamente monitorado por um médico especializado.

Como a Cannabis Medicinal Pode Ajudar em Doenças Crônicas?

A cannabis medicinal pode ajudar no tratamento de doenças crônicas, como alívio da dor e redução da inflamação. Seus benefícios específicos dependem da condição.

Quais São os Riscos para Grávidas e Lactantes?

O uso de cannabis medicinal durante a gravidez e a amamentação ainda não foi suficientemente estudado. Logo, só pode ser recomendado em situações muito específicas sob orientação médica.

É Possível Cultivar a Própria Cannabis Medicinal no Brasil?

Atualmente, a regulamentação no Brasil não permite o cultivo pessoal de cannabis para uso medicinal. Porém, alguns pacientes já conseguiram na justiça através de habeas corpus o direito de cultivar seu próprio remédio.

Há Pesquisas Científicas Suficientes?

Já existem milhares de artigos científicos publicados abordando o uso terapêutico da cannabis e o sistema endocanabinoide. Ainda assim, mais estudos são necessários para entender completamente seus benefícios e riscos em várias condições médicas.

Escrito por: Leticia Dadalt, PhD: Bióloga, apaixonada pela ciência da vida, traz uma bagagem acadêmica robusta para a arena da educação canábica. Sua jornada é dedicada a compartilhar conhecimento, quebrar estigmas e abrir caminhos para que mais pessoas possam explorar os benefícios terapêuticos dessa planta incrível.

Com sede no Vale do Silício, somos líderes em biotecnologia para suplementação nutricional, com certificado de boas práticas em manipulação pela regulamentação dos Estados Unidos. 

Alopecia

A alopecia, ou queda de cabelo, é uma condição que afeta milhões de pessoas no mundo e impacta muito a autoestima. Estudos sugerem que o Sistema Endocanabinoide exerce um papel crucial no controle capilar, atuando através dos receptores CB1 e CB2 e também dos receptores TRPV e PPAR como moduladores do crescimento capilar, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas na alopecia.

Leia mais »

Câncer de Pele

O câncer de pele é uma condição preocupante e cada vez mais comum em todo o mundo. Caracterizado pelo crescimento anormal das células da pele, pode se manifestar de diversas formas, sendo os tipos mais comuns o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A exposição excessiva aos raios ultravioleta (UV) do sol é o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pele, destacando a importância da proteção solar e da realização de exames regulares da pele para detecção precoce. Embora geralmente tratável se diagnosticado cedo, o câncer de pele pode se tornar grave se não for tratado adequadamente, destacando a necessidade de conscientização e prevenção. Avanços recentes nas pesquisas apontam o sistema endocanabinoide como potencial alvo no combate ao mais agressivo dos cânceres de pele, o melanoma.

Leia mais »

Óleo de Semente de Cânhamo – Cuidado Natural com a Pele

O óleo de semente de cânhamo é uma fonte rica de ácidos graxos essenciais, incluindo ômega-3 e ômega-6, que podem beneficiar a saúde da pele. O óleo de semente de cânhamo pode ser utilizado como hidratante, adicionado a produtos de cuidados com a pele ou consumido como suplemento alimentar para melhorar a saúde da pele de dentro para fora.

Leia mais »