Cannabis e Depressão

A depressão, uma doença complexa que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. As pesquisas estão avançando, mostrando como o sistema endocanabinoide pode oferecer esperança de tratamento.

A depressão é uma condição complexa de origem multifacetada frequentemente associada a várias outras doenças. De acordo com a OMS, a depressão é uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo. Em sua última atualização em 2017, estimou-se que mais de 264 milhões de pessoas de todas as idades sofrem de depressão globalmente.

Há um crescente corpo de evidências científicas que sugere que a homeostase do sistema endocanabinoide (ECS) está envolvida na patogênese e no possível tratamento da depressão, oferecendo insights promissores para possíveis tratamentos.

123 Estudos Primários:

17 Estudos Clínicos

57 Meta-análises/Revisões

46 Estudos Animais

2 Estudos Laboratoriais

Resultados Globalmente Positivos: 63%

O Sistema Endocanabinoide e a Regulação do Humor:

O ECS, uma rede complexa de receptores e moléculas de sinalização, está amplamente distribuído em várias estruturas cerebrais responsáveis pelo humor, emoção e recompensa. Evidências científicas sugerem que o ECS interage com outros sistemas de neurotransmissores, influenciando os tons GABAérgicos e glutamatérgicos, bem como a liberação de neurotransmissores importantes, como dopamina, serotonina e opioides. A desregulação do ECS pode levar a efeitos fisiológicos e comportamentais consistentes com os sintomas de depressão e ansiedade.

Dadas as limitações e os efeitos adversos associados aos tratamentos farmacêuticos convencionais para a depressão, agora há um forte foco de pesquisa em entender o mecanismo exato e como manipular o sistema endocanabinoide (ECS) para alcançar efeitos antidepressivos.

Estudos têm demonstrado que indivíduos com transtornos de humor graves, como Transtorno Depressivo Maior (MDD) e Transtorno Bipolar (BD), apresentam níveis diminuídos de endocanabinoides (eCBs) e sinalização de receptores canabinoides perturbada. Aumentar o tom endocanabinoide, por meio de métodos como a prevenção da degradação de eCBs ou a antagonização de receptores canabinoides, demonstrou potencial benefício na redução de sintomas depressivos e ansiogênicos.

Fitocanabinoides, especialmente o CBD, sozinho ou em combinação com o THC, podem ser eficazes como medicamentos terapêuticos. O CBD mostrou resultados principalmente positivos na atenuação dos sintomas da depressão, apresentando ao mesmo tempo um perfil de segurança muito favorável.

Uma revisão de 2018 de estudos pré-clínicos e clínicos sobre o CBD encontrou potencial como agente antidepressivo e ansiolítico[1]. Outro estudo descobriu que o CBD pode ter um efeito antidepressivo rápido e sustentado em modelos animais. A evidência para canabinoides menores e depressão está em seus estágios iniciais, mas é teoricamente possível e digna de investigação. 

A natureza complexa desses distúrbios exige uma investigação completa dos potenciais benefícios e riscos associados ao uso de canabinoides. À medida que a comunidade científica continua a explorar o ECS e os canabinoides, esperamos mais clareza sobre seus papéis na regulação do humor. Apesar das evidências convincentes do envolvimento do ECS em distúrbios de humor como ansiedade e depressão, ainda precisamos de mais ensaios clínicos randomizados abrangentes para estabelecer a eficácia dos canabinoides como tratamentos e produzir diretrizes abrangentes.

Referências 

Bright, U., & Akirav, I. (2022). Modulation of Endocannabinoid System Components in Depression: Pre-Clinical and Clinical Evidence. International Journal of Molecular Sciences, 23(10), 5526. https://doi.org/10.3390/ijms23105526

Crippa JA, Guimarães FS, Campos AC, Zuardi AW. Translational Investigation of the Therapeutic Potential of Cannabidiol (CBD): Toward a New Age. Front Immunol. 2018 Sep 21;9:2009. doi: 10.3389/fimmu.2018.02009. PMID: 30298064; PMCID: PMC6161644.

Hasbi A, Madras BK, George SR. Endocannabinoid System and Exogenous Cannabinoids in Depression and Anxiety: A Review. Brain Sciences. 2023; 13(2):325. https://doi.org/10.3390/brainsci13020325

Sachedina, F., Chan, C., Damji, R. S., & De Sanctis, O. J. (2022). Medical cannabis use in Canada and its impact on anxiety and depression: A retrospective study. Psychiatry Research, 313, 114573. https://doi.org/10.1016/j.psychres.2022.114573

Escrito por: Leticia Dadalt, PhD: Bióloga, apaixonada pela ciência da vida, traz uma bagagem acadêmica robusta para a arena da educação canábica. Sua jornada é dedicada a compartilhar conhecimento, quebrar estigmas e abrir caminhos para que mais pessoas possam explorar os benefícios terapêuticos dessa planta incrível.

Com sede no Vale do Silício, somos líderes em biotecnologia para suplementação nutricional, com certificado de boas práticas em manipulação pela regulamentação dos Estados Unidos. 

Alopecia

A alopecia, ou queda de cabelo, é uma condição que afeta milhões de pessoas no mundo e impacta muito a autoestima. Estudos sugerem que o Sistema Endocanabinoide exerce um papel crucial no controle capilar, atuando através dos receptores CB1 e CB2 e também dos receptores TRPV e PPAR como moduladores do crescimento capilar, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas na alopecia.

Leia mais »

Câncer de Pele

O câncer de pele é uma condição preocupante e cada vez mais comum em todo o mundo. Caracterizado pelo crescimento anormal das células da pele, pode se manifestar de diversas formas, sendo os tipos mais comuns o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A exposição excessiva aos raios ultravioleta (UV) do sol é o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pele, destacando a importância da proteção solar e da realização de exames regulares da pele para detecção precoce. Embora geralmente tratável se diagnosticado cedo, o câncer de pele pode se tornar grave se não for tratado adequadamente, destacando a necessidade de conscientização e prevenção. Avanços recentes nas pesquisas apontam o sistema endocanabinoide como potencial alvo no combate ao mais agressivo dos cânceres de pele, o melanoma.

Leia mais »

Óleo de Semente de Cânhamo – Cuidado Natural com a Pele

O óleo de semente de cânhamo é uma fonte rica de ácidos graxos essenciais, incluindo ômega-3 e ômega-6, que podem beneficiar a saúde da pele. O óleo de semente de cânhamo pode ser utilizado como hidratante, adicionado a produtos de cuidados com a pele ou consumido como suplemento alimentar para melhorar a saúde da pele de dentro para fora.

Leia mais »